Saúde

Panturrilha: o segundo coração humano

O organismo humano possui mais de um coração. Sim, é verdade! No entanto, não é da forma que você deve estar pensando. Nós temos os chamados corações periféricos, isto é, localizados na parte exterior do corpo. Eles são estruturas atuantes no retorno venoso, com a função de devolver sangue ao “verdadeiro” coração. Curiosamente, entre os principais está a panturrilha.

Situada na parte posterior da perna, essa proeminência muscular é constituída por diversas estruturas, como artérias, veias, nervos, ossos e músculos. A cirurgiã vascular Flávia Tristão explicou a importância do funcionamento da panturrilha na circulação sanguínea. “Durante o ato de andar, os músculos da panturrilha são contraídos e há um aumento de pressão dentro da cavidade. Sobretudo, são essas ações que fazem o sangue presente nas veias serem impulsionados em direção ao coração”, esclarece.

Ainda segundo a especialista, além de auxiliar no regresso venal dos membros inferiores, a musculatura também está ligada diretamente à insuficiência venosa crônica, conhecida popularmente como varizes, bastante comuns entre o sexo feminino. “As varizes são causa frequente de dor, cansaço, peso e inchaço nas pernas. Os casos mais graves podem levar ao surgimento de feridas, que são de difícil cicatrização”, ressalta.

Portanto, é recomendado que os músculos da panturrilha sejam fortalecidos, pois é necessário vencer a força da gravidade para o sangue percorrer pelos vasos. Os exercícios devem ser realizados com frequência, principalmente entre as mulheres com idade avançada. De acordo com a médica, a massa muscular é afetada com o passar dos anos. “Com a idade, é normal que haja uma perda da massa muscular, especialmente em mulheres. Isso ocorre por uma atrofia natural das fibras musculares”, disse.

Fonte: SRZD

Vida em Equilíbrio

Para viver bem, é necessário ter a saúde corporal e mental em equilíbrio. Nossa intenção é proporcionar todo o conteúdo que irá lhe ajudar a ter uma vida mais saudável.

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *