Reeducação alimentar – o caminho da alimentação saudável

Starvation, diet concept. Food restriction and control eating

 

Sabemos desde cedo que precisamos comer bem para sermos saudáveis e termos uma vida livre de doenças como obesidade, diabetes, hipertensão, câncer, entre outras doenças, eu sei, você sabe, porém ao decorrer de nossas vidas vamos adquirindo hábitos que nos acomodam e que são prejudiciais a nossa saúde, vários desses hábitos está em um dos nosso principais pilares da vida: a alimentação, com o tempo vamos nos acostumando a comer especialmente errado, eu sei, você sabe, ingerimos muitos alimentos que faz mais mal do que bem, porém insistimos em comê-los, esquecendo de um detalhe: a conta chega na nossa saúde, então vamos nos precaver do que remediar depois ?

Entendendo o porquê!

Pela lógica escolhemos o que é melhor para nós, pois cada um sabe a alegria e a dor que guarda no coração, certo? Nem sempre…Vou  abordar sobre essa questão  relatando minha trajetória de uma alimentação altamente hipercalórica desde uma equilibrada… Lembro-me que comecei a ter essa ideia de ter uma alimentação saudável desde 2015 e 7 anos depois eis-me aqui ainda na luta, inicialmente sem instrução alguma comecei a seguir um “projeto fitness” por conta própria com fins estéticos, sempre fui um pouco gordinho e tive aquele abdômen gordo e isso sempre me incomodou e incomoda, sempre fui fá da aeróbica, faço zumba há mais de 5 anos, porém não consegui emagrecer e ter o corpo desejado, mesmo fazendo a atividade física constantemente. Os anos passaram-se e não atingir o corpo que almejava e pior engordei, nisso o sentimento de culpa e impotência só aumentava sobre mim, ficava com raiva e até sentia de ódio de mim mesmo, mas com o tempo passando e fracassos pós fracassos fui adquirindo maior maturidade para começara entender o porquê de não atingir o corpo dos sonhos e foi ai que parei de focar na atividade física no primeiro momento e comecei a focar em outro pilar que nunca tinha levado tão a sério: a alimentação; nunca me alimentei bem e fui desenvolvendo uma relação com a comida em um aspecto analgésico emocional e como foco não o meio… vamos entender melhor essa relação!!!

Comida como um analgésico emocional

Eu sei, você sabe, a indústria alimentícia sabe, comer é altamente prazeroso e nos tempos que estamos vivendo, cheio de frustações, medos e incertezas buscamos um refúgio, algo que nos tirem dessa dor que é viver, e a comida tem papel crucial nesse aspecto, batata frita, chocolate, pizza, sorvete, açúcar e mais carboidratos, nosso paladar adora, busquemos essas guloseimas e a dopamina no cérebro explode e sentimo-nos relativamente bem naquele momento e fazemos isso de novo e de novo e sem percebermos adquirimos um novo hábito, comemos para aliviar nossas dores emocionais, nisso entramos no segundo aspecto…

Comida como o foco e não o meio

 O alimento na sua função original seria fonte de nutrientes para suprir nosso corpo e mantê-lo funcionando bem e também como função secundária ser um acompanhamento em um momento de entretenimento, como assistir a um filme, por exemplo. Mas observei que no decorrer do tempo que tentei me reeducar, que inverti a ordem, comia como forma de entretenimento não para suprir meu corpo com nutrientes, então concluí que :A função dos alimentos principal deve ser: Ser fonte de nutrientes para o corpo, nisso vamos repetindo isso constantemente até intersectar em nós tal fato.

Reeducação alimentar

Já entendemos que os alimentos devem ser fonte de nutrientes para nosso corpo e não ser usada como um entretenimento, pode até ser como um recurso para um momento de entretenimento, mas não deve ser o foco principal, agora vamos entender como ir construindo uma nova cultura alimentar em nossas vidas….

Não entre em pânico, organize-se!!

Primeiramente organize-se, para começar qualquer coisa na vida, precisamos termos um foco e encontrar metodologias que nos levem na direção certa, em assunto de reeducação alimentar a primeira coisa a se fazer é separar o trigo do joio, que alimento posso comer sempre, quais devo cortar radicalmente e quais posso comer em momento específicos, como aniversário e outras datas especiais.

Para iniciar minha reeducação alimentar fiz uma lista de alimentos que posso incluir no meu cardápio, deixarei abaixo, pode segui-la ou criar a sua própria, mas lembre-se!! Eu sei, você sabe, quais alimentos podem e não pôr na lista.

Tabela de Alimentos para a Reeducação alimentar:

Banana Presunto Abóbora
Aveia Frango Xuxu
Maçã Carne Biscoito fit
Iogurte Peixe Cereais
Feijão Alface Rúcula
Ovo Queijo Abacaxi

Como começar?

Minha dica é logo pela manhã ou antes de dormir do dia anterior anotar na agenda uma espécie de cardápio diário, escreva o que vai comer no café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde e ceia, pense com calma e vai montando seu cardápio, fica mais fácil seguir quando você tem um filtro ali feito, porém caso sair do cardápio e comer algo fora dele, se perdoe e busque acertar na próxima refeição.

O processo de se auto perdoar é muito importante, nesse processo de reconstrução, é inevitável não cometer erro, converse consigo mesmo, fale para si que você tem compaixão consigo mesmo, que se perdoa e vai buscar fazer melhor da próxima, acredite em você, desenvolva uma boa disciplina e na medida que você for acertando você vai aumentando essa confiança!

Alimentação como o meio e não fim

Entenda que a alimentação ela precisa ser voltada para um foco, seja emagrecer, curar/estabilizar uma doença (como diabetes, por exemplo), aumento de massa muscular entre outros objetivos, uma dica importante para isso é: faça sua bioimpedância!

 

Resumindo:

  1. Entenda porque você come mal
  2. Saiba qual foco de sua alimentação
  3. Monte seu cardápio
  4. Inicie seu processo de reconstrução alimentar
  5. Se perdoe quando sair do cardápio
  6. Persista!!

João de Jesus

Graduando em Letras Licenciatura e suas respectivas Literaturas Amante das artes; Literatura, Música e Cinema. Uma boa conversa com um cafezinho, está perfeito ! "A força da evolução é infinitamente maior que os obstáculos que impendem o caminho." Efeito Sombra

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *