Tempos difíceis….

 

O mundo pós-moderno ou contemporâneo vive talvez sua maior estranheza, ser paralisado por uma pandemia, nunca antes vista, e ainda de quebra o brasileiro especificamente vive em meio a uma crise politica, econômica, identidade, humanitária que a cada dia só crescem.

O brasileiro tão conhecido por ser tão “camarada” ao decorrer da última década tem se deparado com um abismo enorme entre o que se via do brasileiro e o que realmente acontece na prática…

Com os avanços nos casos da nova pandemia, o Code-19, popularmente conhecido como corona vírus, países de todo os continentes estão buscando uma forma para contê-lo, no Brasil, porém a realidade tende a ser não tão objetiva quanto a dos demais países, primeiro porque mais que haja estudos comprovando o perigo que é o vírus, por mais que diariamente os casos aumentem em escalas inestimáveis, mesmo assim ainda há grupos de civis, que não acredita e desconsideram o perigo  que esse novo surto é esse novo surto.

A ordem clara para a sociedade civil é para não se aglomerar e os que podem, ficar em casa, exceto para profissionais que são classificados como essenciais para o combate ao corona vírus e para manter  itens essenciais para a sobrevivência a sociedade, no entanto essa ordem no Brasil ela é debatida e até desconsiderada por pessoas que certamente seguida por fanatismo religioso, politico ou ideológico, coloca a frente de fatos, e regras, vimos no último dia 03 de maio de 2020, um grupo seguido por fanatismo político, aglomera-se e na capital do país, fato que ocorrera também no dia de 15 de março de 2020 nas principais capitais do país, aglomeraram-se, desrespeitando a ordem nacional e internacional para não aglomera-se, no entanto por questões de ideologias política e até por discursos de ódio manifestações com atos violentos como essa são realizadas no país.

Para onde foi aquele espírito camarada do brasileiro? Povo que por mais que enfrentasse diversas dificuldades sempre mantinha um clima de hospitalidade, de parceria e de uma década para cá vem se dividindo e causando abismo em um povo que outrora era tão unido. observa-se que o povo brasileiro em sua maioria é formada por uma classe média , logo estamos numa briga da classe média contra a classe média.

(A classe média brasileira representa 54% da população do país, de acordo com estudo feito pela Serasa Experian em conjunto com o Instituto Data Popular, sobre as famílias brasileiras que tem renda per capita (por pessoa) entre R$ 320 e R$ 1.120.) ¹

 

 

 

 

 

Referências Bibliográficas:

https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2014-02/classe-media-brasileira-representa-54-da-populacao.¹

 

Comentários

Comentários

Sobre o autor

João de Jesus

Graduando em Letras Licenciatura e suas respectivas Literaturas
Amante das artes; Literatura, Música e Cinema.
Uma boa conversa com um cafezinho, está perfeito !
"A força da evolução é infinitamente maior que os obstáculos que impendem o caminho." Efeito Sombra